Pages

segunda-feira, 26 de julho de 2010

sobre educação, panfletos e os cristãos


Estava conversando com um amigo a respeito de aceitar ou não panfletos que são distribuídos na rua. Ele disse que se sente obrigado a receber, pois quando não o faz, as pessoas o tomam como mal educado.
Eu estava na porta do hospital conversando com um amigo e esperando a chuva diminuir a sua intensidade, quando um senhora pára diante de nós para entregar um panfleto sobre o amor de Deus. O meu amigo aceita e confidencia que é cristão e quando ela vai me entregar, eu agradeço, mas recuso. Ela insiste, dizendo que ali eu encontraria a mensagem para a felicidade eterna, mas mesmo assim, diante de tamanha oferta, eu falo com ela que prefiro não ser feliz eternamente. Não sei se ela foi treinada para persuadir e insistir, ou se o grande problema é não saber lidar com um "NÃO", ela continuou ali com a sua mensagem estendida diante de mim. Eu fui mais ríspido.
Eu : Senhora, eu sou ateu.
Senhora [com os olhos esbugalhados]: Mas jesus te ama e morreu por você.
Eu: Lamento por deus e seu amor platônico comigo. Ele me ama, mas eu não o amo.
Senhora: Mas ele morreu na cruz por você.
Eu: A opção foi dele morrer, mas isso não quer dizer que eu tenho que aceitar o sacrifício dele. Cada um com as suas escolhas. Ele escolheu morrer por mim e eu quero viver por mim. Há um conflito de interesses entre seu deus e eu, mas nada que a distância entre nós não possa resolver.
Senhora: Meu filho, você não sabe do que você está falando. Mas gente como você, quando ele voltar, vai clamar por perdão e ai vai ser tarde demais. Queimarão no fogo do inferno.
Eu: E gente como você, fica cega pela fé e nem sabe mais quando tem que parar de incomodar aos outros. Fique com o seu deus e sua verdade para você, e se não tem mais nada para fazer aqui, por favor, siga seu caminho e vai falar com quem quer te ouvir.

Tem pessoas que não sabem a hora exata de parar, e vivem para fazer com que as pessoas acreditem nas mesmas coisas que elas. Não ando por ai tirando a fé de ninguém e nem tentando fazer ninguém deixar de acreditar em deus, mas me recuso em aceitar que façam o mesmo comigo. Se deus existe, que venha ele mesmo me dar o recado.
Grito, Grito e Grito!

33 comentários:

  1. eu não aceito panfletos e principalmente de evangélicos. não vou ler mesmo nem sujar a rua!

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Bom, eu pego esses panfletos porque me coloco no lugar das pessoas que erguem o braço para me oferecer algo que não me fará mal.Não me sentiria bem se fosse ignorada por um simples gesto.
    Eu coloco no bolso, se eu não leio, guardo por vezes ou jogo fora em casa.
    Respeito a pessoa mesmo que não concorde com ela, pois cada um de nós somos livres para acreditar no que quisermos.
    Gosto de ser gentil com todos, pois isso volta pra mim depois.
    Não faço com os outros, o que não quero que façam comigo.
    Não gosto muito quando a pessoa se torna desagradável, insistente.Mas com jeitinho eu saio de fininho.rs
    Tenha uma semana especial.
    Com carinho, Lady.

    ResponderExcluir
  3. Visão, vc deveria ter falado:

    Olha, minha senhora, eu gosto de chupar rola, caralho, pica, jeba, cacete, pinto, mandioca. Sacou?

    Ela definitivamente se afastaria e oraria pela sua alma. Hahahaha

    ResponderExcluir
  4. Eu aceito panfletos, algumas dessas pessoas só podem voltar para o "posto fixo" de trabalho depois que entregar todos, acho que ajuda... Agora esse tipo de discussão é perda total de tempo e energia para mim, mas admiro quem ainda a faça, realmente não entendo como essas pessoas forçam suas convicções. Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Meu filho catava um por um e em casa me dizia
    - mais mae a moça tava dando.
    não aceito, os q nao da para escapar eu coloco na bolsa e em casa me livro deles..
    sabe né tem uns que não da mesmo para escapar.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  6. Ah, eu pego os planfetos e jogo tudo fora. Adoro pegar panfleto na rua. Dá um ótimo aviãozinho!
    HAHAHAHAHHAHAHAHA

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. eu não tenho religião, mas também não chego ao extremo de me considerar ateu. sou daqueles que acredita numa força-magia que está espalhada por ai e que nos move, sabe?? agora quanto a essas pessoas que saem por ai tentando a todo custo nos converter à sua religão com panfletinhos cafonas... confesso que pego, quer dizer, PEGAVA, bee. eu pegava com o intuito de cortar logo "debates" como o que você nos descreveu hoje aqui, mas esses papeizinhos que eu pegava sempre iam parar no lixo depois ORA BOLAS, pois eu nunca lia nadica de nada, CLARO! contudo, hoje você me fez parar pra pensar, afinal será mais conveniente dizer obrigado e recusar, demonstrando sutilmente um desprezinho, PORQUÊ NÃO?? acho digno! acho justo! acho lusho! #poder

    ResponderExcluir
  9. Ah, os extremistas... sempre lutando para fazer da nossa paz um inferno.

    E nem vem se jogar na piscina que eu sou nadador, e não salva vidas. E com esse tamanho todo, capaz de você me afogar junto contigo invés de eu salvar você ahauahauhau

    Beijos Visão!

    ResponderExcluir
  10. Olha! Ela era um jesuíta te catequisando! Avisou que não é 1500???

    ResponderExcluir
  11. eu acredito em Deus, mas um deus diferente do que esse povo egoísta e 'cego' adora. e justamente hj comentava sobre religiões com amigos do trabalho. uma conversa longa, mas bem interessante....

    vem mesmo?
    beijao!

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. u sempre agi da mesma forma, e engraçado, quase que com os mesmos argumentos.
    Em circunstâncias como essas eu limito a minha paciência, e se insiste comigo, apenas levanto e deixo falando só...

    Não existe nada que os deixam mais enfurecidos do que apenas, ignorar.Poucos usufruem dessa arte.

    Bom te ler. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  14. GENTE EU ESTOU CHOCADO!!!!

    Como ninguém aceita os planfetinhos?! Eu pego, leio e mais, estudo...!!!

    Jura?!

    UEHEUHEUEHEU

    Visão amor da minha vida, um dia eu lhe convenço a ir a igreja comigo e vou ver você se converter! KKKKK - ADOROOO!!!

    KKKKKKKKKKK

    Imagino a gente fazendo a limpa na paroquia, pegando padres, pastores e afins...

    UEHEUHEUHEUEHE , Quero dizer, a senhora é uma POOOTA e vai queimar no fogo. UEHEUHEUEHEU

    ResponderExcluir
  15. Proselitismo, de qualquer tipo, é um saco! Vivam as liberdades individuais!! Bj

    ResponderExcluir
  16. Não pego!
    E não sou ateu, mas duvido muito que

    1) Jesus tenha morrido na cruz
    2) Isso de morrer na cruz tenha qualquer efeito de "salvar" quem quer que seja. Cada um deve "salvar" a si mesmo, por mérito próprio - se é que existe algum "pecado" mesmo...
    3) Deus se importe com 1 e 2 e qualquer coisa relacionada.


    Beijo! E tudo acabado entre nós, seu oferecido! Só porque o outro lá diz que nada vc já quer fazer um Baywatch com ele, humpf!

    ResponderExcluir
  17. Eu acredito muito em Deus! Mas jamais interferia na crença de outra pessoa, até mesmo na falta de crença... Cada um sabe de si... Por isso que evangélicos me irritam, eles te invadem. É assim que me sinto, invadida...

    Eu sou grossa, e como sou na hora que quero ser. Um dia de manhã, saí pra um compromisso domingo, bem cedo e duas mulheres, distribuindo esses panfletos e dizendo um monte de coisas, praticamente atravessaram minha frente... Eu as olhei com uma raiva. E já ia falar um monte quando elas pediram desculpas e sairam. Devem ter percebido pela minha cara...

    Beijocas

    ResponderExcluir
  18. Caraca hein.. Q toin na tiazinha... Mandou benzão!!!!

    ResponderExcluir
  19. Adoro pegar panfleto na rua. Dá um ótimo aviãozinho! [2] kkkkkk

    Me irritam essas pessoas!

    Porra crê, beleza, mas fazer descer pela guela abixo nos outros é um porre!

    SAUDADE MASTER DO SR!

    Ainda sem previsão de retorno :(

    ResponderExcluir
  20. Não comento a religião.
    Prefiro comentar o significado que li do post:

    "Parar quando é necessário."

    Eu e o meu caso romântico unilateral... Tenho certeza que chega a ser muito incoveniente, só que eu não quero parar, é a minha crença, é a minha força... ultimamente, a minha razão.

    ResponderExcluir
  21. "VIvam as liberdades individuais"! Concordo.

    Muita vontade de dar na cara dessas pessoas.
    Eu, grosso que sou, se me irritam, vou direto ao ponto, que é pra encerrar o assunto logo. Tal como o Was indicou.

    - Moça. Eu tô cagando pra jesus. Jesus pra mim é uma expressão, tá aí pra gente dizer coisas do tipo "Jesus de legging!".

    [j]

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Eu não entro em discussões assim não. Esse tipo de pessoa adora se sentir um guerreiro de Deus, prontos para o embate com pobres criaturas que não crêem no evangelho... Prefiro pegar o papel...Comigo eles não gastam as frases decoradas e não repetem a fala do pastor!
    Até...

    ResponderExcluir
  24. Eu não pego, não escuto discurso, não discuto ...

    simplesmente não paro e se quiser me seguir falando q sigam ... faço minha pose de linda e maravilhosa e sigo meu caminho para o inferno ... quero só ver se lá na porta na hora de entrar ela continuará me seguindo ...

    mas sinceramente, vou mudar de tática ... vou seguir a do Wans ... adorei ...

    "Olha, minha senhora, eu gosto de chupar rola, caralho, pica, jeba, cacete, pinto, mandioca. Sacou?"
    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  25. Olha, vou ser curto e grosso com esse seu post, beleza?

    GOZEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI CONTIGO!

    Sério.

    ResponderExcluir
  26. certa vez estava no portão de casa e fui abordado por uma turma da Igreja Universal distribuindo aquele jornal deles. Perguntaram se poderiam falar um pouco comigo, disse "não, obrigado". Uma delas me olhou nos olhos, e disse: não tem problema, Jesus te ama." Olhei para ela de volta e falei: "Meu namorado também." kkkk Nada nesse mundo supera a surpresa em seu rosto...kkkk
    Em geral eu aceito as papeladas, penso que a pessoa está apenas trabalhando e aquela não é a profissão de seusn sonhos, não custa ser educado. Só não aceito panfleto do PT. Quase apanhei quando um grupo de militontos veio me dar um panfleto do Lula na eleição passada e eu disse: "do PT? Deus me livre!" Poucas vezes nesta vida minha mãe foi tão ofendida...kkkk

    ResponderExcluir
  27. Visão!
    Acredito em Deus e vc pode ver bem isso no meu Blog, contudo acredito ainda mais no respeito ao outro. E é assim que tem de ser, cada um na sua. Embora entenda que essas pessoas estejam realmente achando que estão fazendo um bem, também posso entender a sua irritação por ela insistir em convencê-lo, já aconteceu comigo. Hj estou mais tranquila qt a isso, procuro não me stressar tanto.
    Bjs

    ResponderExcluir
  28. hehehehee... Medo de você agora! Prometo nunca ficar no farol entregando panfletos quando souber que você está passando...r srsrs

    Mas eu tb não sou de pegar panfletos não. Continuo a caminhar e falo "obrigado" se a pessoa insistir eu ignoro, mas se mesmo assim ela quiser me dar eu pego só para não ter que falar nada. Minha fobia social não permite brigar com um desconhecido na rua. #depende

    Uma vez um monge veio falar comigo em plena av. paulista. E eu, simpático que sou e sem nada para fazer no dia esperando meus amigos comecei a conversar com ele... huauhauhauha... O mais louco!... uhauhauahuauha... Até o telefone dele ele me deu. Acho que ele achou que eu estava precisando de Jesus no meu coração tb! Certeza! auhahuauhuhauha...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  29. Hum...acredito que as pessoas devem respeitar as outras. Isso infelizmente não é feito, por quem propaga esses panfletos. As igrejas deveriam antes, fazer um trabalho voltado ao respeito com os outros...assim, o seus fieis não sairiam por ai, obrigando as pessoas.

    Gostei muito do blog.

    voltarei outras vezes.


    abraços


    Hugo

    ResponderExcluir
  30. e tenho dito!!!
    tb penso assim...


    abraços
    voy

    ResponderExcluir
  31. Querido, estou contigo! Nunca aceito panfletos, nem de propaganda, nem de políticos, nem de proselitismo religioso!

    Me sinto cada vez mais acuado aqui no Brasil, e confesso que estou começando a pegar antipatia por gente evangélica (que Deus me livre de ter preconceitos, mas eles parecem fazer por merecer! Tomar no c*!).

    O pior é que até em blogues comecei a ver gente falando de pecado, inferno, amor de quem morreu na cruz... Não quero discutir religião, mas é ridículo dizer que Jesus era um deus, afinal deuses não morrem, não se deixam afetar por seres humanos, não é? JESUS ERA HOMEM! E duvido muito que amaria todo mundo...

    Ás vezes tenho vontade de me matar, para escapar dessa atmosfera religiosa toda, é sufocante.

    Parabéns pela tua coragem, parece que até na internet virou tabu falar a verdade sobre essa gente incômoda, mas ainda bem que ainda há pessoas corajosas nesse mundo, como tu Visão.

    ResponderExcluir
  32. Esses pregadores são todos assim, insistentes. Quando acontece comigo, eu finjo que aceito, não vale a pena discutir.

    Quanto a aceitar panfletos em geral, depende do meu humor. Eu quase sempre recuso, pra não carregar papelada demais, mas às vezes solidarizo com os trabalhadores e pego só pra que eles cumpram seus deveres, depois jogo no lixo.

    ResponderExcluir